Foto: Floriano Lima
Estudantes de Florestal e Ambiental da UEAP têm participação de destaque em projeto de educação no campo

Mais de cem acadêmicos participaram na última semana dos eventos do Projeto Florestabilidade, uma oficina de formação para educadores e profissionais que trabalham com o Manejo Florestal Comunitário e Familiar. As aulas ocorreram no campus I da universidade e na Escola Família Agrícola do Carvão, em Mazagão. O projeto é fruto de parceria entre a Fundação Roberto Marinho e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

O professor doutorando Fernando Rabelo, do colegiado de Engenharia Florestal, é o tutor do projeto na UEAP. Para ele, a participação dos estudantes é fundamental para a continuidade do projeto e da metodologia Casos de Ensino aplicada nos cursos do Florestabilidade. "Os alunos são o público referência para replicação dessa metodologia de repasse de conhecimento através do estudo de caso. Recebemos o convite da pesquisadora do Embrapá Amapá, Drª Ana Euler, que já havia participado de outros treinamentos, um no Rio de Janeiro e outro em Santarém", detalhou o professor, que salientou a participação em grande número de estudantes das engenharias Florestal e Ambiental da UEAP.

O projeto prevê o ensino de uma metodologia pedagógica voltada para a educação no campo, a metodologia Casos de Ensino, que une teoria e prática relatando dilemas reais vividos por profissionais e produtores que trabalham na Amazônia. São temas como regularização ambiental e fundiária; controle da produção florestal; acesso ao crédito; comercialização de produtos florestais e os conflitos gerados pelo uso da floresta. A formação reuniu estudantes e educadores de Escolas Família Agrícola, Institutos de Educação, Universidades e também profissionais de outras instituições que trabalham com o Manejo Florestal Comunitário no Amapá.

Sobre o Florestabilidade

O Florestabilidade foi lançado em 2012 pela Fundação Roberto Marinho como um projeto para educar sobre a importância e as vantagens ambientais, sociais e econômicas do manejo florestal de uso múltiplo como estratégia de conservação da Amazônia. Por meio de parcerias com Secretarias de Educação de estados e municípios, o Florestabilidade chega a professores e estudantes da Educação Básica com a missão de despertar vocações para carreiras ligadas ao manejo e conservação de florestas. Mais de quatro mil professores em diferentes estados da região Norte foram formados desde 2012.

Em colaboração com o Serviço Florestal Brasileiro e outros parceiros, o Florestabilidade faz formações para extensão rural, buscando aumentar a capacidade de técnicos e outros atores sociais estratégicos para o desenvolvimento do manejo florestal comunitário e familiar. Cerca de 200 profissionais já foram beneficiados no Estado do Pará. Novos temas têm se somado ao conteúdo sobre manejo florestal. Em 2016, o Florestabilidade lançou o Curso Online de Cadastro Ambiental Rural (CAR), uma iniciativa realizada com apoio do Serviço Florestal Brasileiro, do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e Skoll Foundation.

Confira as fotos:

  

 

Publicado em: Segunda-feira, 28 de Agosto de 2017 por Assessoria de Comunicação - ASCOM
Campus I
Av. Presidente Vargas, nº 650
Centro | CEP: 68.900-070
Campus Graziela
Av. Duque de Caxias, 60
Centro| CEP: CEP: 68900-071
NTE - Núcleo Tecnológico
Rua General Rondon, 1207
Centro | CEP: 68.900-082
Copyright © 2017. Portal Universidade do Estado do Amapá.
(96) 2101-0506
ueap@ueap.edu.br