Todas as Notícias
Portuguese English French Spanish

 Clique aqui para ver notícias anteriores a 2013!

Notícias

Notícias

Sub-categorias

VI Forrozão da Ueap

VI Forrozão da Ueap (0)

Vai ter São João na Ueap esse ano? VAI SIM, SENHOR!

Sábado, dia 04 de julho, a partir das 19h no campus I, vamos pular fogueira no VI Forrozão da Ueap, organizado pela Proext e pelo DCE em parceria com os Centros Acadêmicos.

Venha formar com a gente o nosso trem da alegria! Vai ter comida típica, quadrilhas juninas, correio do amor, barraca do beijo, concurso de casal caipira e apresentação de bandas para animar a festa.

Ver itens ...

Objetivo é estimular a adoção de atividades culturais no trabalho de professores da rede municipal de ensino

 

Cerca de cem integrantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) participaram de sessão especial na matiné do Cinépolis, cinema na zona sul da cidade. São acadêmicos de Pedagogia da Ueap e professores da rede municipal que assistiram a animação infantil Pequeno Príncipe, adaptação em 3D do clássico de Antoine Saint-Exupéry.

Criado na Ueap em 2012, o Pibid é um programa de iniciação à docência financiado pela CAPES que oferece bolsas a professores de licenciatura da Ueap e de escolas da rede estadual. Segundo Danielle Dias, professora da Ueap e organizadora do evento, a ideia de realizar uma atividade externa adotando a linguagem cinematográfica foi uma experiência para estimular os professores a repassarem conteúdos literários clássicos de forma mais palatável para jovens e crianças do ensino básico. "Pequeno Príncipe é um clássico da literatura infanto-juvenil e eles, enquanto professores, podem aproveitar isso para a vivência deles em sala de aula", afirmou Danielle Dias, professora da Ueap e organizadora do evento.

Para Anderson Pinheiro, acadêmico de Pedagogia do 4º semestre, a sessão de cinema foi um momento lúdico de descontração, para retomar de forma mais leve o semestre que vai começar. "Desde que entrei no Pibid não havia esse tipo de atividade com todos nós reunidos, foi bom para fortalecer os laços e começar o novo semestre mais focado depois desse período das férias", disse o estudante. "O PIBID é uma experiência muito boa, é um estágio que aprofunda muito minha vida como acadêmico para me ajudar a ingressar no mercado de trabalho", completou.

Nesta segunda-feira (24), durante a abertura do "Curso de Actualización para Profesores de Español como Lengua Estranjera", o reitor Perseu da Silva Aparício anunciou um acordo de cooperação educacional que envolve a Ueap, a Embaixada Espanhola e a Secretaria de Educação do Estado (SEED).

O curso ocorre até o dia 28 no campus II (na avenida Procópio Rola, 1346) e é uma atualização profissional para docentes de espanhol que conta com aulas ministradas por pesquisadores renomados nacionalmente e nativos da língua castelhana. A partir do acordo firmado, as próximas edições doCurso de Actualizaciónserão sediadas nos campi da Ueap.

"Sempre foi uma dificuldade encontrar um espaço para o evento. O acordo de cooperação técnica estabelece que a partir de 2015, contando mais 60 meses, teremos o evento sendo sempre sediado na Universidade do Estado do Amapá", explicou Lílian Latties, professora de espanhol e uma das organizadoras do evento pela Ueap. "Muitos dos professores de espanhol aqui no Estado foram acadêmicos da Ueap, sentíamos uma grande necessidade de trabalhar com formação continuada, e como a secretaria já tinha esse acordo com a Embaixada, então resolvemos cooperar cedendo o espaço e contribuir com o que mais fosse preciso".

O convênio firmado é parte de uma série de medidas que visam melhorar o desempenho da universidade no quesito internacionalização, avaliado em 2014 como nulo em pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha. "Esse curso casa muito bem com o que vem sendo discutido atualmente no Fórum de Reitores e Pró-Reitores Nacional, que recomenda fortemente a capacitação em idiomas para tentar fortalecer as relações latino-americanas, e o Amapá não pode ficar fora disso", completou o reitor Perseu Aparício.

A Divisão de Registro e Controle Acadêmico (DRCA) informa que a rematrícula para o semestre 2015.2 dos acadêmicos regulares será efetuada no período de 24 a 28 de agosto de 2015, exclusivamente pelo site do AVA (Ambiente Virtual Acadêmico), no endereço http://ava.ueap.ap.gov.br.

O AVA é um ambiente virtual que permite acompanhar em tempo real suas notas, frequências, materiais didáticos, assim como manter o acompanhamento financeiro e obter acesso a recursos que complementam o aprendizado.

AJUSTES DE MATRÍCULA - Os pedidos de ajuste de matrícula deverão ser feitos no mesmo período, também por meio do AVA. O DRCA ressalta que cada acadêmico pode efetuar até 05 pedidos de ajuste e que tais pedidos não vinculam automaticamente o aluno à IES, pois as solicitações só serão processadas pelo DRCA após o período de rematrícula regular, junto com os pedidos de transferência de turma e reabertura de vaga. A resposta às solicitações serão divulgadas após o início do semestre em comunicado aberto.

A partir deste informe, todos os processos de rematrícula e ajuste deverão ser feitos exclusivamente pelo ambiente virtual, tornando sem efeito os pedidos feitos por papel via protocolo ou por solicitação pessoal de professores/coordenadores.

REQUISITOS - São requisitos necessários para efetuar a rematrícula: atualizar os dados solicitados pelo DRCA no censo universitário; confirmar a senha do AVA por e-mail. O não cumprimento destes requisitos, bem como da rematrícula/ajuste dentro do prazo de 24 a 28 de agosto, acarretará na exclusão do acadêmico no semestre 2015.2 e, segundo o Regimento Acadêmico, no trancamento automático da matrícula. As vagas dos alunos que estiverem acima do limite de trancamento serão disponibilizadas para o Vestibulinho.

Os alunos que fizeram a rematrícula no período de falha do sistema em junho de 2015, tiveram sua rematrícula cancelada, devendo fazer a rematrícula novamente no período correto.

O DRCA estará aberto para receber os pedidos de rematrícula/ajuste e atender os acadêmicos durante o período estipulado, ininterruptamente, das 08 às 20h.

Nos dias 26, 27 e 28 de agosto acontece o Seminário de Pesca e Aquicultura Agroecologia do Amapá, evento que congrega pesquisadores da Ueap, Unifap e produtores do ramo pesqueiro.

A programação será composta por cursos, palestras e mesa-redonda, tendo como tema central “Seminário de Pesca e Aquicultura Agroecológica do Estado do Amapá”, com carga horária de 24 horas. Além das palestras e cursos, o seminário terá também um concurso fotográfico que premiará registros de espécies da fauna (invertebrados e vertebrados); de espécies da flora e fungos; e da relação da fauna e flora com seres humanos.

O Seminário acontecerá no campus I da Ueap e as inscrições custam R$15. Para se inscrever e obter maiores informações sobre a agenda do seminário, acesse o link do evento no endereço http://nucleonepa.wix.com/seminario2015.

A realização do evento é do Nucleo de Estudos em Pesca e Aquicultura do Amapa - NEPA da Unifap em parceria com a Universidade Estadual do Amapá-UEAP.

De 24 a 28 de agosto ocorrerão na Universidade do Estado do Amapá (Ueap) o "Curso de Actualización para Profesores de Español como Lengua Estranjera", um curso de reciclagem docente para professores que lecionam a língua castelhana no Estado. O evento é uma parceria entre a Secretaria de Educação (SEED), a Embaixada Espanhola no Brasil e a Associação de Professores de Espanhol do Amapá.

As aulas são destinadas exclusivamente a  professores vinculados à SEED que atuam na educação básica. "São cursos de atualização com a orientação de professores nativos da língua espanhola, voltados para a discussão dos novos métodos de docência em sala de aula, as novas tecnologias e recursos metodológicos", explica Lílian Latties, professora de espanhol da Ueap e uma das coordenadoras do evento. "É a primeira vez que a Universidade do Estado vai sediar o evento e para nós da instituição foram destinadas 10 vagas para docentes e estudantes dos últimos períodos", ressaltou a professora.

As inscrições para o evento já foram encerradas. No total, 60 professores de espanhol do Estado receberão esta reciclagem profissional em que terão aulas de história, cultura, arte, literatura e propostas didáticas do ensino de espanhol, ministradas pelos docentes Pilar Luengo, José Maria Durán e  Giovani José da Silva, este último da Universidade Federal do Amapá (Unifap).

As aulas do curso ocorrerão no campus II da Ueap, na avenida Procópio Rola, 1346, no bairro Centro de Macapá. Para mais informações sobre a programação do Curso de Actualización, acesse o link http://www.mecd.gob.es/brasil/actualidad/2015/8/curso_macapa.html

Segundo a coordenação do Parfor, a meta é diplomar 100% dos profissionais da educação básica até 2020

Na noite da quinta-feira, 13, 198 estudantes da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), por meio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), receberam formação universitária. Todos são profissionais da educação básica do Estado que obtiveram nível superior em Pedagogia.

O Parfor, programa vinculado ao governo federal, destina-se à atualização profissional de funcionários do ensino básico que atuam com a antiga formação do magistério, mas que precisam de formação em nível superior para continuar atuando regularmente, segundo requisitos exigidos pela nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).
Esta é uma das maiores formatura já realizadas pela instituição. No total, a Ueap possui 630 alunos matriculados no Parfor.

Para os formandos, a gratidão e o reconhecimento da importância do nível superior são inspirações para o futuro. "Esse curso representou o aperfeiçoamento do meu trabalho", resumiu Ana do Socorro Aguiar, professora da Escola Estadual Professora Adriana Silva Santos, em Mazagão Velho. "Daqui pra frente não pretendo parar, quero continuar no meio acadêmico e fazer minha pós-graduação", planeja.

Parfor
Muitos profissionais trabalham na educação básica sem possuir diploma universitário. Em geral, são servidores de longa experiência que adentraram no sistema educacional por meio da antiga lei que permitia a estudantes do segundo grau formarem-se em um módulo específico chamado Magistério e, por meio desta formação, obter autorização para se empregar na educação básica.

Entretanto, a partir do final da década de 90, as diretrizes nacionais da educação passaram a adotar metas de atualização desses profissionais. No Plano Nacional de Educação (PNE) elaborado pelo MEC em 2001 já constava a obrigatoriedade do diploma universitário para professores. E neste documento, o ano de 2020 foi fixado como limite para que todos os profissionais que atuam com diploma de magistério concluam curso de graduação.

"O Parfor é um plano nacional criado para atender às metas do PNE", explica Vitor Nery, coordenador geral do Parfor na Ueap. "Foi criado em 2009 e adotado aqui no Estado em 2010. Temos um total de 680 acadêmicos, sem contar os 300 novos alunos que vão entrar nas turmas do ano que vem, em Pedagogia, Química e Ciências Naturais."

Nery ressalta que na Universidade do Estado há um diferencial com relação ao programa. "Diferentemente de outras instituições que trabalham mais a educação nas localidades urbanizadas, nós focalizamos na interiorização da educação, hoje a Ueap atende professores de quase todas as localidades do interior, incluindo municípios vizinhos no Pará, como é o caso do Afuá, na Ilha do Marajó", ressaltou o coordenador.

Estão abertas,desde 20 de julho até 21 de setembrodeste ano, as inscrições para o Programa de Pós-Graduação de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal (PPG-Bionorte), da Rede Bionorte.

O edital do programa disponibilizou 02 vagas por orientador, e como a Ueap possui três professores vinculados à Rede Bionorte credenciados a orientar teses de doutoramento, logo são 06 as vagas possíveis de serem ocupadas por acadêmicos da instituição. Os docentes aptos a orientar teses para este programa do PPG-Bionorte são: Dr. Tiago Marcolino, do colegiado de Engenharia Química Dr. Breno Marques da Silva e Silva e Drª. Lina Bufalino, do colegiado de Engenharia Florestal.

SOBRE A BIONORTE- A Rede Bionorte congrega instituições da Amazônia Legal com o intuito de acelerar a formação de recursos humanos com foco na biodiversidade e biotecnologia, visando aprimorar a qualidade dos pesquisadores locais e estimular conhecimentos, processos e produtos que contribuam para o desenvolvimento sustentável.

O PPG-Bionorte está baseado no tripé biodiversidade, conservação e biotecnologia. Neste programa, na área de biodiversidade e conservação será ofertado doutoramento nas linhas deConhecimento da BiodiversidadeeConservação e Uso Sustentável da Biodiversidade. E na área da biotecnologia, a linha de pesquisa emBioprospecção e Desenvolvimento de Bioprocessos e Bioprodutos.

Para maiores informações sobre o PPG-Bionorte e inscrições, acesse o edital no link:

http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2014/10/rede-bionorte-oferece-doutorado-em-biodiversidade-e-biotecnologia.

A partir desta segunda-feira (27) até o próximo dia 4 de agosto, estarão abertas na Proext as inscrições de atletas acadêmicos para a disputa do VI Jogos Universitários Brasileiros (JUBs).     A etapa regional dos jogos ocorrerá entre 14 e 23 de agosto.

A Federação Acadêmica de Desporto do Amapá (FADAP) disponibilizou vagas para o Futsal (masculino), Natação, Judô, Xadrez e Tênis de Mesa. São requisitos para inscrição: estar regularmente matriculado e ter entre 18 e 24 anos de idade (nascidos entre 1991 a 1997). Para as modalidades Futsal Masculino, natação e judô estão liberadas as inscrições de até 02 atletas fora do limite de idade.

FUTSAL - A equipe de Esporte e Lazer da Proext vai realizar no próximo dia 05 de agosto, quarta-feira, a seletiva interna para escolher os atletas que irão compor a equipe da Ueap na etapa regional do JUBs.

Por ocasião do Festival de Música do Amapá, que ocorre em Macapá desde o último domingo, a Universidade do Estado do Amapá (Ueap) foi reservada nesta terça, 7, para uma tarde inteira dedicada ao canto popular e ao madrigal, gênero musical profano que surgiu na Renascença. A partir das 20h, após as oficinas, os músicos participantes se apresentam para o público na universidade.

Para ministrar a oficina, o festival designou o cantor lírico paraense Milton Monte, que fundou o projeto "Madrigal da Uepa", na Universidade Estadual do Pará.Monte também criou o Núcleo de Música Antiga e coordenou o projeto Música e Cultura no Museu de Arte Sacra, onde atualmente coordena o projeto de Extensão “Estúdio Ópera Pará-Amazônia”, com o qual já encenou óperas consagradas como Don Pasquale (Donizetti), A ocasião faz o ladrão (Rossini), Dido e Enéias (Purcell) e Orfeu (Monteverdi).

Marcos Ribeiro, coordenador do evento, explica que o festival é uma iniciativa que visa aprimorar os músicos amapaenses, mas também serve para "divulgar a música erudita e popular para o público", reforça.

APRESENTAÇÕES - O festival disponibilizou 600 vagas para as oficinas, distribuídas entre aulas de clarineta, flauta transversal, saxofone, trompa, trompete, trombone, tuba, violino, viola, violoncelo, contrabaixo, regência de orquestra, coral e oficinas de canto popular. As aulas estão sendo realizadas no Centro de Convenções Azevedo Picanço, Centro de Educação Profissional Walkíria Lima, Centro Cultural Franco Amapaense, Museu Sacaca e na Ueap. À noite, após as oficinas, os participantes realizam apresentações abertas ao público, nos mesmos locais onde são realizadas as aulas.

O Festival encerra com um concerto realizado por todos os grupos formados durante o festival, no dia 11, às 20h, no Teatro das Bacabeiras.

Quinta, 02 Julho 2015 10:37

VI Forrozão da Ueap

Vai ter São João na Ueap esse ano? VAI SIM, SENHOR!

No próximo sábado, 04 de julho, a partir das 19h no campus I, vamos pular fogueira no VI Forrozão da Ueap, organizado pela Proext e pelo DCE em parceria com os Centros Acadêmicos.

Venha formar com a gente esse grande trem da alegria! Vai ter comida típica, quadrilhas juninas, correio do amor, barraca do beijo, concurso de casal caipira e apresentação de bandas para animar a festa.

Pagina 1 de 22

Sites Sugeridos

UEAP no facebook

Localização

Clique no mapa para ampliar e ver mais informações

Campus I:  Av. Presidente Vargas, nº 650 – Centro |CEP: 68.900-070 

Campus II: Avenida Procópio Rola, 1346 - Centro | CEP: 68.900-081

Núcleo Tecnológico: Rua General Rondon, 1207 - Centro | CEP: 68.900-082

 (96) 2101-0506  ueap@ueap.edu.br