Todas as Notícias
Portuguese English French Spanish

 Clique aqui para ver notícias anteriores a 2013!

Notícias

Notícias

Candidatos concorrem a uma das 11 vagas para professor temporário

Já está publicado no site da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) a lista com os nomes dos candidatos que tiveram a inscrição deferida no Processo Seletivo Simplificado (PSS), que visa o preenchimento de onze vagas temporárias no quadro de docentes da Instituição.

As vagas mais concorridas são para o curso de Engenharia Florestal, com 26 candidatos concorrendo a três vagas, Engenharia Ambiental tem seis candidatos concorrendo a uma vaga, seguido pelo curso de Tecnologia em Design com 10 candidatos concorrendo a duas vagas. A surpresa foi o curso de Engenharia Química que não houve nenhum candidato inscrito.

Os salários variam de acordo com a titulação e a carga horária (20 ou 40 horas) do professor, podendo variar de R$ 1.190,00 para professor graduado com 20 horas/aulas a R$ 6.168,96 para doutor com 40 horas/aulas. Os novos docentes vão atender às necessidades de crescimento da Universidade, que ao longo dos últimos nove anos vem ampliando o número de cursos e consequentemente de acadêmicos.

Estão aptos a concorrer às vagas ofertadas profissionais das áreas de Engenharia Ambiental, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Arquitetura, Agronomia, Geografia, Engenharia de Pesca, Biologia, Química, Educação Artística, Design, Artes Visuais, Filosofia e Letras com habilitação em Língua Francesa.

De acordo com o cronograma de atividades do Processo Seletivo, os candidatos que tiveram a inscrição indeferida até a próxima segunda-feira (30) para interposição de recursos. Na terça-feira deverá acontecer a publicação com o resultado dos recursos das inscrições indeferidas e a convocação para o sorteio do tema para a prova didática.

A lista completa dos candidatos que tiveram a inscrição deferida pode ser encontrada no link http://www.ueap.edu.br/images/processos_seletivos/2015/009-2015/EDITAL009_2015__PSS-DOCENTE-QUADRO-DE-INSCRICOES-DEFERIDAS.pdf

Quinta, 26 Março 2015 10:53

Mulher é tema de debate na Ueap

Refletir as relações de gênero, sexualidade e corporiedade é o objetivo do evento

 

Acontece hoje, a partir das 18h, no auditório do Campus II, da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), localizado na Avenida Procópio Rola, 1346, Centro, uma mesa redonda para refletir as relações de gênero, sexualidade e corporiedade da mulher. O evento, promovido pela Pró reitoria de Extensão (Proext) da Ueap, compõe a programação em homenagem à mulher.

De acordo com a professora Marineide Almeida, titular da Proext, a intenção é inserir a mulher na pauta dos debates, não apenas no dia 8 de março, mas o ano inteiro. "Para nós da universidade, a mulher é um assunto recorrente, temos linhas de pesquisas que atuam com a temática. E esse evento servirá também para apresentarmos parte do trabalho que estamos realizando, não apenas no Amapá, mas no Pará também, já que alguns dos professores que estarão palestrando fazem parte do Grupo de Estudos e Pesquisas (Eneida de Moraes) sobre a Mulher e Relações Sociais de Gênero vinculado à Universidade Federal do Pará (UFPA)", adiantou Marineide Almeida.

Refletir as relações sociais de gênero, sexualidade e a corporiedade da mulher é o que se propõe o evento, que é aberto à participação de todos em especial, professores, acadêmicos, pesquisadores, representantes de movimentos sociais e estudiosos da área.

Participarão da mesa redonda os professores Ana Cristina Soares (Ciências Sociais), Antonio Sardinha (Comunicação Social), Dilnéia Couto (Filosofia), Marineide Almeida (Ciências Sociais) e Rafael Silva Lima (Educação) doutores e mestre das universidades Federal (Unifap) e Estadual do Amapá (Ueap).

Os participantes receberão certificados, com carga horária de 4 horas que valerá como atividade complementar.

Maiores informações pelo telefone 98129-3905, com Marineide Almeida ou na coordenação do Curso de Licenciatura em Filosofia da UEAP.  

SERVIÇO

Evento: Mesa Redonda para debater as relações sociais de gênero, sexualidade e corporiedade da mulher.

Data:26.03.2015 (quinta-feira)

Hora: 18h

Local: Auditório do Campus II, Avenida Procópio Rola, 1346,Centro.

Investimento: Gratuito

Público alvo: professores, acadêmicos, pesquisadores, representantes de movimentos sociais e estudiosos da área.

Inscrições: no local do evento.

Ascom/Ueap

A Universidade do Estado do Amapá (Ueap), por meio da Pró Reitoria de Extensão, vai realizar na próxima quinta-feira, 26, a partir das 18h, no Auditório do Campus II, uma mesa redonda para discutir as relações sociais de gênero, sexualidade e corporiedade da mulher.

O evento é parte da programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher que aconteceu no último dia 8 desse mês. "Decidimos fazer nossa programação após a data comemorativa, para não concorrermos com os demais eventos que normalmente acontecem e ainda para deixar claro que não se trata apenas de um dia para se refletir a temática da mulher, mas o mês e o ano inteiro, destacou a professora Marineide Almeida, pró- reitora de Extensão da Ueap.

O debate tem como objetivos a reflexão sobre as relações sociais de gênero, a sexualidade e a corporiedade da mulher e a divulgação das linhas de pesquisas desenvolvidas pela Ueap. A mesa redonda é aberta à participação de todos em especial, professores, acadêmicos, pesquisadores, representantes de movimentos sociais e estudiosos da área.

Os palestrantes serão Ana Cristina Soares (Ciências Sociais), Antonio Sardinha (Comunicação Social), Dilnéia Couto (Filosofia), Marineide Almeida (Ciências Sociais) e Rafael Silva Lima (Educação) doutores e mestre das universidades Federal (Unifap) e Estadual do Amapá (Ueap).

Maiores informações pelo telefone 98129-3905, com Marineide Almeida ou na coordenação do Curso de Licenciatura em Filosofia da UEAP.  

SERVIÇO

Evento: Mesa Redonda para discutir as relações sociais de gênero, sexualidade e corporiedade da mulher.

Data:26.03.2015 (quinta-feira)

Hora: 18h

Local: Auditório do Campus II

Investimento: Evento gratuito

Público alvo: professores, acadêmicos, pesquisadores, representantes de movimentos sociais e estudiosos da área.

Ascom/Ueap 

A Comissão Organizadora do III Fórum de Licenciaturas e I Congresso Internacional de Formação de Professores da Universidade do Estado do Amapá divulgou nesta segunda-feira, 23, a lista de inscrições homologadas do público externo para participação nos eventos. A lista completa está disponível no link http://forumdaslicenciaturasueap.net/pre-inscricao/. São participantes dos estados do Pará e do Amapá, representantes de instituições de pesquisas, escolas, faculdades e universidades.

O III Fórum das Licenciaturas e o I Congresso Internacional de Formação da Ueap acontecerão no período de 6 a 8 de maio, no Teatro das Bacabeiras, em Macapá. Especialistas de Portugal e Brasil como os doutores Antonio Novoa (Portugal), Cipriano Luckesi (Brasil) e Silvia Chaves (Brasil), estão com presença confirmada nos eventos que se propõem a discutir novas propostas para melhorar o processo de formação dos professores e das licenciaturas.

Segundo Danielle Costa, coordenadora do evento, o momento marca uma nova fase da Ueap, que já dispõe de quadro docente efetivo e com dedicação integral. "Será uma oportunidade para rediscutir e consolidar as licenciaturas na instituição, com vistas a aperfeiçoar o processo formativo de professores. Além do que é a hora de se construir uma identidade própria e de valorização à formação de professores", afirmou .

As inscrições para os acadêmicos da UEAP, do ensino regular e do PARFOR, (Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica - PARFOR) começarão a serem feitas a partir do dia 31 de março nas coordenação dos cursos.

A programação do III Fórum das Licenciaturas e do I Congresso Internacional de Formação de Professores é composta por palestras, mesas-redondas, oficinas, minicursos, relatos de experiências e apresentações de trabalhos científicos.

 

 

ASCOM/UEAP

O Núcleo de Educação em Ciências, Engenharia e Matemática (Necem), juntamente com o colegiado do curso de Engenharia Química da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) vai promover o 1º Ciclo de História da Ciência, na próxima sexta-feira, 13, às 17 horas, no Campus 1 da Ueap, que está localizado na Avenida Presidente Vargas, 650, centro de Macapá.

A primeira conferência apresentará aos participantes a vida, a história e a obra de Avicena, médico e filósofo persa, que viveu no século X e foi o autor da obra Canôn de Medicina, que durante séculos serviu de referência para o ensino da medicina no Ocidente.

De acordo com Gerson Anderson Lopes, coordenador do evento, o objetivo é promover uma visão diferenciada da ciência, tornando-a mais humanista, demonstrando dessa forma, que os cientistas atuam efetivamente no enfrentamento dos problemas da sociedade. "Queremos desmistificar a ideia de que os cientistas vivem apartados do mundo, por isso, a cada semana apresentaremos a história, as descobertas e a importância de um personagem da ciência, em especial daqueles que são menos conhecidos pela população, ou daqueles em que a mídia não se ocupa muito em divulgar".

Ainda segundo Gerson, o Necem foi criado com o intuito de buscar melhorias no ensino das ciências exatas, por isso, qualquer ação que esteja de acordo com esse objetivo é bem vista e conta com o apoio do Núcleo. Daí o porquê de buscar a história de cientistas que pouco se ouve falar.

A programação do 1º Ciclo de História da Ciência prossegue até o mês de junho, sempre às 17h, das sextas-feiras, oportunidade em que um personagem será apresentado aos participantes.

O evento é gratuito e aberto à comunidade. Para participar, basta chegar um pouco mais cedo e fazer a sua inscrição. Os participantes receberão certificado de participação de acordo com o número de palestras que estiverem presente até o final do ciclo. O certificado valerá como atividades extracurriculares aos acadêmicos.

As próximas conferências terão como tema respectivamente a vida e obra de Hipátia, Giordano Bruno, Nikola Tesla, Carl Scheele, Paracelso, entre outros nomes ilustres da ciência mundial.

Ascom/Ueap

Curso recém-criado aumenta expectativas sobre atividade cultural na região

Descontração e projetos para o futuro marcaram a aula inaugural do primeiro curso de Licenciatura em Música oferecido pela Universidade do Estado do Amapá (UEAP), cujas aulas começaram na última terça-feira, 3. Este é o primeiro curso da área ofertado pelo Estado em nível de graduação, o que reforça as expectativas sobre a melhoria do cenário cultural no Amapá.

"Nosso objetivo é movimentar mesmo o cenário musical da região", afirmou Ismael do Nascimento, coordenador do curso, "espero que essa primeira turma seja a mais dedicada, ainda estamos apresentando a estrutura da universidade para os alunos, mas temos projetos voltados para a Extensão Universitária, projetos sociais, queremos aproveitar o fato da maioria dos aprovados já atuarem como músicos profissionais", planeja o professor.

MULTINSTRUMENTAL - O processo de seleção do curso de Música é diferente (e mais longo) que os outros vestibulares. Além da nota obtida no ENEM, os candidatos são selecionados segundo suas habilidades vocais ou instrumentais. Dentro da universidade, a grade curricular também dá continuidade a essa mistura de talentos, não havendo divisão de classes por instrumentos. "Não há divisão porque todos os alunos vão estudar a teoria musical e aplicá-la a seus instrumentos. O curso é de formação de professores, o objetivo é formar docentes para atuar nas universidades, na Escola Walquíria Lima ou mesmo coordenando sua própria escola de música", explicou o professor Izaías Loureiro, chefe de controle acadêmico na UEAP.

Loureiro também relatou que Licenciatura em Música foi uma das graduações que, proporcionalmente, mais obteve o interesse dos candidatos aprovados no vestibular, preenchendo 90% das vagas ofertadas na primeira chamada. Um desses aprovados foi o contrabaixista Gerson Figueiredo, que espera agregar know-how acadêmico à sua experiência como músico, "minha expectativa com o curso é a melhor possível, como integrante da primeira turma quero crescer junto com o curso e me tornar um grande profissional".

A Universidade do Estado do Amapá (Ueap) realiza, na próxima sexta-feira (6), a chamada pública para preenchimento de vagas remanescentes do processo seletivo de 2015 da Instituição.

Os candidatos convocados deverão estar presentes no Auditório Central do Campus I, da UEAP, localizado na Avenida Presidente Vargas, n.º 650, Centro, na sexta feira, 6 de março, conforme cronograma abaixo, que foi divulgado no site e no rol de entrada da Instituição. Para a chamada pública, foram convocados o equivalente a dez vezes o número de vagas não preenchidas ou canceladas.

As matrículas obedecerão à ordem de classificação dos candidatos de acordo com o tipo de vaga, bem como o quantitativo de vagas disponíveis, não tendo direito algum à efetivação da matrícula os convocados além do número exato de vagas remanescentes.

Procedimento

 

A relação de candidatos convocados para cada curso será lida no turno e horário determinados no quadro abaixo uma única vez. O candidato ou procurador legalmente constituído que não estiver presente quando do início da chamada, perderá o direito à vaga, sendo chamado o candidato subsequente da lista. Importante destacar que as matrículas em chamada pública serão realizadas exclusivamente nos horários descritos abaixo e que encontram expresso no edital de convocação.

 

 

EDITAL Nº 007/2015 – UEAP

ANEXO I - QUADRO DE VAGAS E HORÁRIOS DA CHAMADA PÚBLICA

TURNO

HORÁRIO

CURSO

VAGAS

TOTAL

MANHÃ

09:00h

Licenciatura em Letras

08 vagas - Rede Pública

16 vagas - Rede Universal

01 vaga - PNE

25

09:30h

Licenciatura em Pedagogia

09 vagas - Rede Pública

08 vagas - Rede Universal

01 vaga - Afrodescendente

18

10:00h

Licenciatura em Ciências Naturais

05 vagas - Rede Pública

17 vagas - Rede Universal

01 vaga - Afrodescendente

23

10:30h

Licenciatura em Química

06 vagas - Rede Pública

08 vagas - Rede Universal

14

11:00h

Licenciatura em Filosofia

13 vagas - Rede Pública

14 vagas - Rede Universal

01 vaga - Afrodescendente

28

TARDE

15:00h

Tecnologia em Design

06 vagas - Rede Pública

14 vagas - Rede Universal

22

15:30h

Engenharia de Pesca

03 vagas - Rede Pública

06 vagas - Rede Universal

01 vaga - Afrodescendente

10

16:00h

Engenharia Ambiental

10 vagas - Rede Pública

18 vagas - Rede Universal

02 vagas - Afrodescendente

01 vaga - PNE

31

16:30h

Engenharia Florestal

11 vagas - Rede Pública

15 vagas - Rede Universal

01 vaga - Afrodescendente

27

17:00h

Engenharia de Produção

09 vagas - Rede Pública

16 vagas - Rede Universal

03 vaga - Afrodescendente

28

17:30h

Engenharia Química

13 vagas - Rede Pública

22 vagas - Rede Universal

02 vaga - Afrodescendente

01 vaga - PNE

38

 

 

Ascom/UEAP

A Universidade do Estado do Amapá (Ueap) convoca três classificados em segunda chamada no PS 2015 para o curso de Licenciatura em Música dessa IES para efetuarem matrícula na próxima sexta-feira, 6.

Licenciatura em Música é o mais novo curso de graduação ofertado pela UEAP, e o único curso em todo o Amapá, um dos motivos para a grande procura por uma das 30 vagas oferecidas.

Em seu primeiro processo seletivo, o curso esteve entre os que tiveram as maiores procura e o processo seletivo mais longo, isto é três etapas, enquanto os demais cursos foram apenas duas.

"Estamos suprindo uma demanda da sociedade amapaense, pois o Amapá era o único estado do Brasil que não tinha um curso de graduação em música", destacou o professor Ismael Nascimento, coordenador do Curso de Licenciatura em Música.

Os três convocados deverão apresentar no ato da matrícula, os documentos originais e uma cópia, de preferência autenticada, dos documentos pessoais (identidade, ou outro documento oficial com foto, título de eleitor, certidão de nascimento e CPF); comprovante de residência (conta de água, luz ou telefone fixo); certificado ou declaração de conclusão do ensino médio, com o respectivo histórico escolar autenticado pela escola de origem; duas fotos 3x4 recentes, sem data e com fundo azul; certidão de casamento (somente para aqueles que o sobrenome tenha sido alterado) Aos candidatos do sexo masculino é obrigatória a apresentação do comprovante de quitação com o Serviço Militar . Para os convocados concorrentes às vagas de indígenas, é indispensável a certidão de nascimento emitida pela FUNAI. Os convocados às vagas de afrodescendentes também deverão apresentar o histórico escolar do ensino fundamental. Já para os portadores de necessidades especiais é obrigatória a apresentação de laudo médico, emitido nos últimos doze meses, atestando a espécie e o grau ou o nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10), e ainda a provável causa da deficiência.

A matrícula poderá ser feita por procuração particular ou pública, com assinatura reconhecida em cartório. E acontecerá na Divisão de Registro e Controle Acadêmico - DRCA/UEAP, situada na Avenida Presidente Vargas, n.º 650, Centro, Campus I, no dia 06 de março de 2015, de 8:30h às 11:30h e das 15:00h às 18.

                                                                                                                          

ASCOM/UEAP

O coordenador do curso de Licenciatura em Música, prof. Ismael Lima do Nascimento, avisa aos alunos matriculados que o ano letivo do curso inicia-se nesta terça-feira, 03. As aulas terão lugar, a partir das 14h00, no campus II (av. Procópio Rola, 1346), sala 11.

Com o intuito de compartilhar experiências sobre os avanços no geoprocessamento cartográfico na região, foi realizado, no último dia 27, o I Encontro de Geoprocessamento do Estado do Amapá (I EGAP). O evento aconteceu no auditório central do campus I e reuniu técnicos, gestores, acadêmicos e empresários do ramo.

A convite da coordenação dos cursos de Engenharia Florestal e Engenharia Ambiental, equipes do Exército Brasileiro, Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA), Instituto de Estudos e Pesquisas do Estado do Amapá (IEPA) e da empresa AMCEL dedicaram um dia inteiro a palestras e discussões sobre as políticas de mapeamento do Estado, considerado pelos especialistas como o último "vazio cartográfico" do país.

DESPERDÍCIO - Por ocasião de aula prática realizada na UEAP no último mês de novembro, o tenente Mauro Sérgio, da 4ª Divisão de Levantamento (DL) da Diretoria de Serviço Geográfico (DSG) do Exército Brasileiro, já apontava para uma carência de comunicação entre as instituições que operam o geoprocessamento do Amapá. "Hoje há uma grande desconcentração de informação. Cada órgão trabalha separado e gera seus próprios dados, mas ninguém conversa e muitas vezes desperdiçamos esforços na mesma coisa, promovendo múltiplos empregos de recursos para obter uma mesma informação", observou o tenente.

De acordo com Mauro Sérgio, a equipe da 4ªDL usa tecnologia capaz de concentrar várias informações geomorfológicas: hidrografia, relevo, vegetação, sistema de transportes, energia, comunicações, abastecimento de água e saneamento básico. Segundo o tenente, cabe a cada gestor se apropriar desses dados para os diversos fins. "Aquele, por exemplo, que trabalha com área de marinha, vai poder usar os dados do mapeamento de acordo com a sua necessidade", exemplificou. Além do aspecto físico, também serão cartografadas áreas de divisa, cobertura de cidades, distritos e residências.

Mariana Martins Medeiros, docente da disciplina de Geoprocessamento, espera que o EGAP torne-se um evento anual dentro do Estado. "Tanto pela parte do Governo, tanto pelos institutos de pesquisa, quanto pelo setor empresarial, todos tivemos a chance de integrar conhecimentos", comemorou a docente, que avaliou como "muito positiva" o interesse ativo do público que participou do encontro, composto em sua maioria por técnicos e acadêmicos de Engenharia.

Pagina 1 de 19

Sites Sugeridos

UEAP no facebook

Localização

Clique no mapa para ampliar e ver mais informações

Campus I:  Av. Presidente Vargas, nº 650 – Centro |CEP: 68.900-070 

Campus II: Avenida Procópio Rola, 1346 - Centro | CEP: 68.900-081

Núcleo Tecnológico: Rua General Rondon, 1207 - Centro | CEP: 68.900-082

 (96) 2101-0506  ueap@ueap.edu.br